Fala Preto Velho!

“Culpa, tristeza, medo, orgulho, raiva são emoções que quando usadas para os fins naturais podem ser terapêuticas e libertadoras. Já os estados emocionais de remorso, revolta, ansiedade, arrogância e mágoa, decorrentes da ausência de habilidade para geri-las de forma luminosa são tóxicos e nocivos à saúde e proteção psíquica e energética.
Zunfio fica de olho, porque as emoções são boas, ajudam no autoconhecimento. Já os estados… São crônicos, desgastantes e fontes de muito mal a caminho nas experiências.
Quando não se sabe o que fazer com o que sente, é preciso pedir ajuda, entender melhor a si mesmo e caminhar no processo de educação interior para colocar mais luz onde as trevas querem tomar conta.”

Trecho do livro “Fala, Preto-Velho!” de Pai João de Angola, pela psicografia de Wanderley Oliveira. O livro será lançado pela Editora Dufaux, em março/2013

About these ads
Esse post foi publicado em Artigos. Bookmark o link permanente.

4 respostas para Fala Preto Velho!

  1. Sandra disse:

    De uns tempos pra cá, muitos pseudos – médiuns resolveram psicografar, creio eu que deveriam ter mais humildade em colocar seus ” escritos ” em pauta, pq mediunidade não é dom, e sim uma oportunidade de reparar faltas passadas

    • Walter disse:

      Sandra,
      Mediunidae é sim um dom dado por DEUS a todos os seus filhos, Todos nós temos então uma mediunidade alguns tem a mediunidade mais expressiva, mais Essa ou essas mediunidades se revelam nas pessoas por dois motivos: o primeiro vem de um compromisso reencarnatório, ou seja, compromisos que assumimos com a espiritualidade maior, antes de reencarmos para cumprirmos determinasdas tarefas que nos tornarão espíritos mais esclarecidos de mais luz, caso consigamos cumprir nossa missão; também há a mediunidade desenvolvida pelo indivíduo que sente amor ao próximo e tem VERDADEIRA intensão em ajudar os semelhantes dois dois planos da vida os encarnados e os desencarnados .
      Não posso deixar de concordar com você que muitos inescrupolsamente usam de sua mediunidade, ou pseudo mediunidade, sem compromisso com o amaor e para fins particulares e até ganhos financeiros; é o livre arbítrio que cada um usa e vai responder pelo seu uso em algum momento de sua existencia. veja exemplo no livro Os Mensageirosditado por Andre Luiz a Francisco Candido Xavier capitulo O DESASTRE DE ACELINO.
      Que Deus esteja Contigo!!!!!

  2. Rita Capozzi Manesco disse:

    Impressionante como nunca tinha visto por êsse PRISMA tais sentimentos, alguns que pareciam ser tão nocivos, podem ser terapêuticos e libertadores, como diz o livro, e outras que parecem semelhantes são tão nocivas…Sou de Piracicaba,SP, e quando vc esteve aqui, infelismente não foi possivel eu ir, mas esse livro que conheci hj através de uma palestra,me abriu horizontes, pois estou no Espiritismo ha pouco tempo, desde janeiro desse ano, e tinha preconceito c a Umbanda e o Candomblé, vou adquirir o livro e tirar minhas conclusões;;;
    UM FORTE E FRATERNO ABRAÇO…
    RITA CAPOZZI.

  3. luiz claudio dos santos ferreira disse:

    mediunidade e sim um dom que deus nos proporcionau para redimir de faltas passadas;compreender as religiões e tarefa difícil,escultar os pretos velhos e dadiva para que possamos analisarmos nossas faltas,irmao,a caridade mais difícil do ser humano e a de não saber ouvir quem mais necessita de uma palavra amiga,salve a dutrina dos espíritos,salve a umbanda,salve os pretos velhos,paz aos irmãos de boa vontade e a vc meu irmão em cristo ,caro vandelei,boa vibrações..

Deixe-nos sua opinião, pois é muito importante para nós!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s