Orientações de um Preto-Velho – Pai Antonio de Aruanda

Ramatis – Toques do Preto – Velho

“O rótulo religioso não passa de uma experiência transitória em determinada época do curso ascensional do espírito eterno.”

– Os espíritos trabalhadores, designados de pretos velhos, nos repassam constantemente uma lógica que infelizmente, nós encarnados ainda estamos demorando em aplicar.

Dizem eles, com sua maneira peculiar e simples de expressão, que no “mundo dos mortos” não existe raça, cor ou credo que diferencie as almas ou crie fronteiras, o que existe é o homem de bem e o homem que desaprendeu de ser bom.

Baseado nisso, nos falam das lágrimas que insistem em cair de seus olhos, pela arrogância dos homens e de suas religiões que acabam se distanciando de Deus, pela pretensão de se adonar d’Ele, impondo a “sua” verdade.


As religiões ou os credos em geral, ainda existem por necessidade de nossos espíritos que se diferenciam na escala evolutiva, encontrando dentro de cada uma delas a melhor adaptação de “religar-se” ao Criador. O que fica desvalorizado aos olhos da Espiritualidade Superior é o combate que se trava entre os homens por questões religiosas como se vivessem em eterna disputa, chegando ao absurdo das ditas “guerras santas”. Por enquanto a humanidade percorre vários caminhos em busca dessa verdade, mas chegará o dia em que o Universalismo será pleno, então haverá um só rebanho para um só pastor. E como acontece no “andar de cima”, formaremos uma única corrente de trabalho, auxiliando a quem necessita, mostrando que a ferramenta mediunidade tem um só objetivo: – a caridade! Fora isso, tudo o mais fica por conta de nosso Ego.

A seguir alguns ensinamentos (“toques“) trazidos por um destes queridos amigos espirituais:

Lá nos planos sutis, aonde vocês muitas vezes vão quando dormem, mas ao acordarem não se lembram, existe uma grande família espiritual a lhes esperar, velar e torcer por vocês.

Quebrem a barreira vibracional com sentimentos e pensamentos elevados, levando seus corações até eles.

Mate a saudade espiritual que existe dentro do seu peito. Deixe a intuição fluir. Os guias espirituais não são mestres intocáveis que vocês devem reverenciar, mas sim, são amigos de jornadas.

Conheça – os, converse com eles, trabalhem juntos, mas sorriam e brinquem juntos também. Eles estão te esperando.

Mediunidade é coisa importante e séria, mas não diviniza nem inferioriza ninguém.

Vocês sabem disso. Tem gente que pensa que ser grande médium é praticar fenômenos para “incrédulo ver”.

Outros pensam que é se vestir todo com uma fantasia, “virar os olhos” e “rebolar” bastante. Não!

Mediunidade é você trabalhar em parceria com os amigos do lado de cá para o bem de todos, apenas isso.

Vocês complicam muito as coisas. Na verdade tudo é muito simples.

Pense na manifestação das criancinhas durante um processo mediúnico.

Existe algo mais simples e belo do que isso?

Parem de julgar a manifestação mediúnica ou a experiência do outro.

Você pode até não concordar, mas caso para ele faça sentido, deixe. É dele!

Isso lembra muito a postura daquele que não consegue fazer melhor e por isso mesmo vive a criticar e apontar o defeito dos outros.

As experiências espirituais muitas vezes são de foro íntimo, cada um busca a sua. E cada um fique feliz com a sua!

Aprendam também que a dedicação e o estudo ajudam muito. Mas o que realmente conta é o seu dia – dia, como pessoa comum, passando pelo crivo do grande mestre que é a vida.

Não adianta nada estudar muito e praticar pouco, principalmente em relação a humildade, tolerância e amor.

Fazer caridade é muito bom. Se alem disso buscam esclarecer as pessoas, melhor ainda.

Tem gente que acha que doando uma cesta básica de Natal ao desencarnar será “salvo”.

Outros ainda se acham muito especiais e caridosos, verdadeiros missionários. Não caiam nessa bobagem. Saibam que, em verdade, ao auxiliar os outros vocês ajudam a si próprios.

E quando fizer a caridade, também não apenas dê o peixe, ensine as pessoas a pescarem.

“Caridade de consolação” ergue a pessoa, mas depois que ela já está de pé, está na hora de ensiná-la a andar, com a “caridade de esclarecimento”. Pensem nisso!

Caridade faça sempre que surgir a oportunidade de auxiliar o irmão. Esclarecimento leve a todos os lugares, fazendo a sua aura brilhar e contagiando as pessoas com alegria e vontade de viver.

Trabalho em grupo é coisa séria, deve haver amizade, alegria, mas não é reunião social. Os guias escutam os seus pensamentos e não estão nada interessados em suas preferências físicas, nem em suas “paqueras” dentro do grupo, nem dão importância a isso.

Tão pouco são cúmplices das fofocas, guerras de vaidade e ciúmes que existem dentro do mesmo. Um trabalho espiritual em grupo é uma benção e oportunidade única de evolução, tanto de encarnados como desencarnados. Aproveitem bem!

Existe um montão de mestres esperando por vocês desse lado, mas muitas vezes eles não conseguem lhes amparar, afinal vocês não param de pensar no “vizinho”, ou como a vida é difícil e injusta com vocês…

Os Orixás, os Mestres, os Anjos, os Devas, todos Eles amam a humanidade. Caso queiram fazer um ritual a algum Deles, tudo bem. Mas lembrem – se sempre: Vela acesa só tem valor se o coração estiver aceso antes. Caso contrário, não!

A energia de uma erva é poderosa e realmente cura, mas antes, suas próprias energias e o respeito com a vida vegetal devem ser grandes, caso contrário, é desperdício de tempo. Qualquer ritual de magia para o bem é lindo e bem quisto pela espiritualidade, mas não se perca no meio de muitos rituais e elementos e esqueça o essencial.

O grande mestre da magia é o coração, e a grande força motriz é a sua mente. Lembrem – se disso.

Não sejam espiritualistas pela metade. Durante o dia vocês ficam pensando em espiritualidade, mas ao dormir, que é a grande hora onde o espírito se liberta do corpo físico, vocês não pensam em nada, ficam com preguiça e logo suas mentes são invadidas por um monte de coisas, adormecendo na mais perfeita desordem.

No mínimo orem ao deitar-se. Agradeçam o dia, coloquem – se à disposição do aprendizado, aproveitem as horas de sono.

Elas são chaves de acesso ao crescimento espiritual. Meditem nisso.

Eu sou um preto-velho.

Pouco importa minha forma ou meu nome.

O que importa é que eu sou luz, como vocês e todos nós, filhos da Grande Luz.

O sol brilha em meu coração, no seu e em toda humanidade.

Você ainda tem preconceito em relação a raças?

Às culturas diferentes? Religião? E julgam-se espiritualistas?

Ora amigo, deixe disso!

Lembre – se:

– todos viemos da mesma fôrma.

Eu tenho apenas uma palavra para descrever o preconceito:

– ignorância!

Ignorância também são as paredes e preconceitos religiosos.

Todos os mestres da humanidade pregaram o desprendimento, mas o que os seus seguidores mais fazem é ter o sentimento de posse em relação a Eles.

E lá se vão guerras, ofensas e desarmonia entre uma religião e outra. E lá se vão discussões infindáveis entre doutrinas diferentes. Todos os caminhos levam a Deus, mas muitos acham que seu caminho é melhor do que dos outros, não é mesmo?

Façam um favor à humanidade, meus filhos:

– vão voando nas asas do universalismo ecumênico!

E parem com essas bobagens…

Do lado de cá nós adoramos música.

Ela rejuvenesce a alma, acorda o coração e desperta a intuição.

Aproveitem as músicas de qualidade.

Elas são ótimas; brilho verdadeiro e alimento para vossos espíritos.

Também escutem a música que os espíritos superiores cantam secretamente dentro do coração de cada um. É a música da Criação, ela está em todos, mas só pode ser escutada quando a mente silencia e o coração brilha. Pensem nisso!

Pensem também na natureza. Coloquem uma música suave.

Direcionem – se mentalmente a um desses sítios sagrados, verdadeiros altares vivos do amor de Deus.

Pensem na força curativa das matas, na força amorosa e pacificadora das cachoeiras, da limpeza energética que o mar traz ao espírito. Meditem neles. Isso traz sintonia, reciclagem energética e boa disposição. Façam isso por vocês e fiquem bem!

Por fim, dediquem – se mais ao auto-conhecimento.

Ele é muito importante. E um dia, mesmo que isso demore milênios, vocês se conhecerão tanto que realmente descobrirão sua natureza divina.

Nesse dia, as cortinas da ilusão se abrirão e você verá o universo à sua frente.

Não existirá mais Orun* (céu) nem Ayê* (mundo material). Nem eu nem você. Apenas Ele…Pai e Mãe dentro de nós mesmos!

Um Grande abraço

Pai Antônio de Aruanda e Fernando Sepe

(escrito por duas mentes em um só coração) – Para quem não sabe, Pai Antônio de Aruanda é uma das amadas entidades representativas da falange dos Pretos Velhos que trabalha na Umbanda e em muitas outras linhas de trabalho como no Espiritismo; muitas vezes se apresentando com outra roupagem e aparência em virtude do preconceito.

Anúncios
Esse post foi publicado em Artigos. Bookmark o link permanente.

2 respostas para Orientações de um Preto-Velho – Pai Antonio de Aruanda

  1. wilson disse:

    Os Espíritos de Luz.
    Os Espíritos de Luz ou os Espíritos Superiores e Elevados não possuem necessidades matérias, eles estão moralmente depurados.
    Os Espíritos de Luz possuem sempre uma Linguagem pura, digna, elevada, nobre, lógica e sublime de moralidade e seus ensinamentos visam sempre a melhoria Moral e espiritual das pessoas.
    Os Espíritos Elevados são Virtuosos em seus ensinamentos.
    Eles pregam o Bem, a caridade, o amor, a elevação moral, a disciplina, a ordem, as virtudes.
    Os espíritos inferiores, perturbadores e obsessores possuem sempre uma Linguagem moralmente pesada, grosseira, ímpia, agressiva, maliciosa, sem lógica e sem elevação moral.
    E suas mensagens só tratam de assuntos matérias vulgares.
    Os Espiritos de Luz jamais vão pedir coisas matérias, como velas, despachos, cachaça, charutos, farofa e sacrifícios de animais.
    Somente espíritos apegados a matéria e aos vícios terrenos é que pedem tais absurdos.

    Vejamos as palavras de Chico Xavier sobre essa questão.
    Para espíritos de luz, ou seja, espíritos superiores e puros, não existem necessidades materiais. Os espíritos que trabalham nos terreiros, em sua grande maioria, são aqueles que ainda guardam grandes necessidades das sensações terrenas e por isso usam os médiuns para absorvelas; quando não têm, fazem-no através dos despachos. São, na classificação da Doutrina Espírita, chamados de espíritos mais simples. É claro que existem aqueles outros que, mesmo tendo condição moral mais elevada,
    manifestam-se nos terreiros de Umbanda, guardando os procedimentos ali adotados.

    Chico Xavier fala, que os Espiritos de Luz não possuem necessidades matérias.

    Cuidado com os espiritos embusteiros e mistificadores eles usam uma Linguagem melosa, doce e suave para SEDUZIR as pessoas,só devemos aceitar os ensinamentos dos espiritos desencarnados, quando eles forem eminentemente Racionais e moralmente elevados, cuidado com esses espiritos que se apresentam como caboclos e pretos velhos, eles falam macio.
    Busquemos sempre o Mestre Allan Kardec.

  2. wilson disse:

    O Espiritismo sem misticismo.

    1)O Espiritismo Não pode ser misturado com crenças místicas, cartomantes, umbanda, candomblé, espiritualismo oriental etc…
    O uso de formulas mágicas e místicas, não tem nenhuma base racional ou Doutrinaria, temos que evitar essas misturas ridículas com a Doutrina Espírita, principalmente, evitar o Sincretismo que é a pior praga usada para contaminar a Pureza do Espiritismo.
    O uso de amuletos, talismã, exorcismos, sinais cabalísticos, medalhas mágicas, palavras sacramentais, cartomancia, são tudo procedimentos místicos sem nenhum valor espiritual.
    E nada disso representa o Espiritismo.

    A questão 554 de “O Livro dos Espíritos” corrobora essa posição. Confiramos:
    P.: “Que efeito pode produzir fórmulas e práticas mediante as quais pessoas há que pretendam dispor do concurso dos Espíritos?”
    R.: “(…) Todas as fórmulas são mera charlatanaria. Não há palavra sacramental nenhuma, nenhum sinal cabalístico, nem talismã, que tenha qualquer ação sobre os Espíritos, porquanto estes são só atraídos pelo pensamento e não pelas coisas materiais”. E continua mais adiante: “Ora, muito raramente aquele que seja bastante simplório para acreditar na virtude de um talismã deixará de colimar um fim mais material do que moral. Qualquer, porém, que seja o caso, essa crença denuncia uma inferioridade e uma fraqueza de ideias que favorecem a ação dos espíritos imperfeitos e escarninhos”.

    Em “O Livro dos Médiuns”, é perguntado aos Espíritos Superiores:
    “Certos objetos, como medalhas e talismãs, têm a propriedade de atrair ou repelir os Espíritos conforme pretendem alguns”?

    R.: “Esta pergunta era escusada, porquanto bem sabes que a matéria nenhuma ação exerce sobre os Espíritos. Fica bem certo de que nunca um bom espírito aconselhará semelhantes absurdidades. A virtude dos talismãs, de qualquer natureza que sejam, jamais existiu, senão, na imaginação das pessoas crédulas”.

    O Codificador Allan Kardec comentou, concluindo e reiterando a total desvinculação do Espiritismo com o pensamento mágico propalado pelas religiões e crenças fetichistas:

    “Os Espíritos são atraídos ou repelidos pelo pensamento e não por objetos materiais (…). Em todos os tempos os Espíritos superiores condenaram o emprego de signos e de formas cabalísticas; e todo Espírito que lhes atribui uma virtude qualquer ou que pretende dar talismãs que denotam magia, por aí revela a própria inferioridade, quer quando age de boa-fé e por ignorância, (…) quer quando conscientemente (…). Os sinais cabalísticos, quando não são mera fantasia, são símbolos que lembram crenças supersticiosas na virtude de certas coisas, como os números, os planetas e sua correspondência com os metais, crenças nascidas no tempo da ignorância e que repousam sobre erros manifestos, aos quais a ciência fez justiça, mostrando o que há sobre os pretensos sete planetas, os sete metais, etc. A forma mística e ininteligível de tais emblemas tem o objetivo de os impor ao vulgo (…), aquilo que não compreende.”

    O Mestre Kardec deixa bem claro, é o pensamento que exerce ação para atrair ou repelir os espíritos desencarnados, nenhum objeto material tem valor ou ação sobre os espíritos.
    Muitas pessoas tem uma idéia errada do Espiritismo no Brasil, devido as influencias místicas e o sincretismo, falam em Espiritismo de umbanda, espiritismo de mesa, espiritismo de terreiro, espiritismo oriental ou ramatisiano, e interpretam a Doutrina Espirita como uma variante da magia.
    O problema esta nas pessoas que pregam o Espiritismo de forma errada, pessoas que se dizem espíritas e falam em banho de ervas, banho de sal grosso, usar velas, usar roupas brancas, fazer despachos, usar imagens de santos, nada disso representa o Espiritismo.
    Essas pessoas são os falsos espíritas, na realidade eles são umbandistas e vão distorcendo os princípios doutrinários da Doutrina Espírita.
    Devemos estar alertas nesses assuntos, umbanda não é Espiritismo.
    Devemos estudar o Espiritismo é nas Obras do mestre Allan Kardec e depois estudar as Obras do grande Leon Denis e no Brasil principalmente estudar as Obras de J Herculano Pires, dessa forma vamos ter uma base Racional e Doutrinaria seria e solida sobre o espiritismo.

    2) Uma questão que eu considero muito importante, é analisar a questão dos espíritos desencarnados que atuam nesses centros de umbanda, candomblé e centros de magia, vejamos, os Espíritos de Luz ou Espíritos Superiores não possuem necessidades matérias, eles estão isentos de atrativos matérias, seus pensamentos e seus sentimentos estão moralmente purificados e depurados, eles não precisam de coisas matérias.
    Os espíritos inferiores estão moralmente apegados a matéria eles precisam dessas coisas matérias, como, cigarros, charutos, cachaça, despachos e sacrifícios de pobres animais, eles absorvem por osmose as emanações fluídicas da bebida e do fumo e sugam os fluidos Vitais que esta no SANGUE dos animais sacrificados nesses rituais sangrentos e primitivos.
    Nunca confie nesses espíritos que se apresentam como caboclos, preto velhos, exu, entidades ciganas, boiadeiros, são espíritos desencarnados apegados a matéria, e muitos desses espíritos podem ser maldosos, maliciosos, sedutores e obsessores, cuidado nesses assuntos, não seja ingênuo, estude Kardec, Leon Denis e Herculano Pires.
    Seja espírita pela fé racional e doutrinaria.

    Um outro alerta que eu quero colocar, que o objetivo sagrado do Espiritismo é melhorar moralmente o ser humano.
    Estudar e praticar esse é o lema do verdadeiro espírita, que procura combater seus maus pensamentos, combater seus vícios, combater seus maus desejos, combater as suas imperfeições morais, ele procura praticar o Bem, a caridade e as Virtudes, dessa forma ele se aproxima dos Bons espíritos e repele a influencia dos espíritos inferiores, perturbadores e obsessores do plano astral.
    Pela elevação moral e mental vamos entrar em sintonia vibratória com os espíritos de luz.

    3)O Espiritismo não adota em suas reuniões: paramentos ou quaisquer vestes especiais; vinho, cachaça, ou qualquer outra bebida alcoólica; incenso, mirra, fumo ou quaisquer outras substâncias que produzam fumaça; altares, imagens, andores e velas; hinos ou cantos em línguas mortas ou exóticas; danças ou procissões; atendimento a interesses materiais, terra-a-terra, mundanos; pagamento de qualquer espécie; talismãs, amuletos, orações miraculosas, bentinhos e escapulários; administração de sacramentos, concessão de indulgências, distribuição de títulos nobiliárquicos; horóscopos, cartomancia, quiromancia e astrologia; rituais e encenações extravagantes; promessas e despachos; riscar cruzes e pontos, praticar, enfim, a longa série de atos materiais oriundos de velhas e primitivas concepções religiosas.
    O Mestre Allan Kardec em seus livros não manda ninguém usar, velas, incenso, amuletos, roupas brancas, imagens de santos, fazer despachos, nem sacrificar pobres animais, quem pratica essas coisas são pessoas ligadas aos cultos afro brasileiro.
    Não estou descriminando nada, só estou definindo questões Doutrinarias.

    4) Vamos reconhecer a elevação dos espíritos desencarnados pela sua Linguagem e pelos seus ensinamentos.
    Os Espíritos de Luz ou Espíritos Elevados possuem sempre uma Linguagem moralmente limpa e elevada.
    Os Espíritos Elevados possuem uma Linguagem pura, digna, nobre, lógica, isenta de vulgaridades e expressões grosseiras, sua Linguagem é sempre Moralizadora incentivando as pessoas a seguirem o Caminho do Bem e das Virtudes.
    Os espíritos inferiores possuem uma Linguagem moralmente pesada e grosseira, sua linguagem reflete as paixões e vícios humanos, como, o ódio, a revolta, o rancor, o medo, o fanatismo, desejos de vingança, apego aos vícios de beber e fumar e outros vícios como a gula, o jogo e as drogas, esses espíritos inferiores estão na atmosfera terrena tentando viver entre os encarnados.
    Os encarnados que possuem maus pensamentos, maus desejos, vícios, e tem uma vontade fraca, são os mais visados por esses espíritos inferiores e obsessores da atmosfera terrena, eles procuram intuir ou inspirar maus pensamentos e vícios na mente das pessoas.
    Para afastar esses maus espíritos, temos que cultivar uma vida terrena digna, correta, honesta, com pensamentos elevados e positivos e procurar sempre combater os maus pensamentos, os maus desejos, os vícios.
    A nossa Conduta Moral tem que ser Reta no Cristo.
    Dessa forma os maus espíritos não conseguem se sintonizar com a nossa mente estamos vibrando em outra faixa, a proteção espiritual quem faz é a própria pessoa, conforme a sua forma de pensar, sentir e agir.
    Tudo depende dos nossos pensamentos, sentimentos e atitudes.
    Vamos concluir que as proteções milagrosas não existem, o Deus bíblico que realiza milagres e fatos sobrenaturais é uma fantasia, as Leis de Deus são naturais, eternas e imutáveis e essas Leis regulam tudo no Universo material e espiritual, cada pessoa conforme seus pensamentos e suas ações vai atrair bons ou maus espíritos.
    Deus vai me proteger quando eu estou vibrando bons pensamentos e bons sentimentos, por que, dessa forma eu entro em sintonia com os Espíritos de Luz atraindo assim a proteção luminosa desses seres.
    Os Espíritos de Luz não podem se aproximar de pessoas que estejam vibrando maus pensamentos, maus sentimentos, vícios e tendo atitudes negativas, pela Lei das atrações psíquicas os iguais se atraem e os diferentes se repelem.
    Depende de Nós atrair uma assistência espiritual boa ou má.
    Depende de nós e não de Deus.

    5) O Espiritismo bem estudado nas Obras de Allan Kardec, mostra que Deus não realiza milagres e nem fatos sobrenaturais, as Leis de Deus são naturais, eternas e imutáveis, e essas Leis regulam tudo no Universo material e espiritual, tudo é harmonia, sabedoria e evolução na Obra Divina.
    Deus o Grande Foco é a Perfeição Completa e Absoluta e Ele só cria coisas perfeitas e positivas, suas Leis naturais promovem a Evolução de todos os espíritos encarnados e desencarnados, até os minerais, vegetais e animais estão evoluindo para o Grande Foco, como explica o Mestre Luiz de Mattos.
    Deus é Ciência.
    E é pela Ciência e pela depuração Moral que vamos chegar ate o Criador incriado.
    O espírito se reencarna no mundo terra é para Vencer as suas imperfeições morais pela pratica do Bem, da Caridade e das Virtudes divinas, estamos na matéria é para Dominar a matéria e brilhar a nossa Luz.
    O nosso DEVER é sermos pessoas boas, corretas, honestas, cordiais, educadas, solidarias, dignas, caridosas, cultivar a prece sincera, cultivar pensamentos elevados e positivos, cultivar sentimentos nobres, ajudar os necessitados, ajudar e amparar os animais, combater os vícios, combater os maus pensamentos, combater os maus desejos, combater a imoralidade, nós somos filhos da Grande Luz, em nossa essência somos Deuses.
    Disse o Mestre Jesus, vois sois deuses.
    Você é uma centelha de Luz ou centelha divina que pensa e sente, dentro de você, você é um Espirito eterno em evolução para a Unidade com o Criador.
    Busquemos essa Unidade pela nossa depuração moral e intelectual, realizando as Obras do Cristo.

Deixe-nos sua opinião, pois é muito importante para nós!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s