Arrependimento

Médium: Elerson Gaetti
Autor: Irmão Jacob

Amados filhos, uso esses termos pelo afeto sincero e franco que nos une há inumeráveis vidas. Entretanto esse amor fraterno ainda é um pálido reflexo do amor divino que nosso Deus e Senhor derrama de suas augustas mãos.

Quantas vezes mudamos as nossas posições e conseguimos evitar quedas maiores em direção ao precipício de orgulho que por vezes se avizinha ?

O arrependimento faz parte dos direitos que o homem encarnado dispõe. Não tenha medo de recomeçar, pois nunca é tarde para iniciar a jornada que haverá de nos levar para a proteção das mãos de nosso Pai Criador.

Pensar que o arrependimento constitui fraqueza é um erro infantil. Fraqueza é nos considerarmos infalíveis, acima do bem e do mal.

Somos imperfeitos e, para jogar com as palavras, podemos perfeitamente mudar nossas disposições pretéritas. Aliás, tolo é o homem que acredita que é o senhor pleno de tudo o que sai de sua boca. Muitas vezes são os seus queridos que, tomados pela bondade dos Planos mais Altos, nos resgatam de nossos próprios erros.

Amados meus, fiquem felizes pela oportunidade de tomar novos rumos, quase sempre guiados em cada passo de suas vidas.

Vivemos todos em uma verdadeira rede de inter-relações pessoais, onde, ao carregarmos a nossa cruz, auxiliamos nossos irmãos a carregarem a sua própria. Por outro lado, não existe felicidade plena ao lado da dor e do sofrimento. Trabalhemos dia a dia, passo a passo, em direção à uma verdadeira mudança de posição. Primeiro a consciência do erro; depois o arrependimento e, por fim, o trabalho, sagrado remédio da alma.

Como Jesus, não descansem no egoísmo e no orgulho. Ele se fez homem como exemplo e, como tal, azulejou ampla avenida para acompanharmos seus missionários.

Não se perturbem com as vicissitudes da vida, uma vez que elas existem para apontar o caminho, tal qual holofotes, faróis da noite dos tempos. Bendito é aquele que atravessa com humildade essas provações.

Não se importem com as palavras ásperas e agressivas; são como pregos na cruz, mas nos levam, como diversas vezes coloquei, à felicidade do convívio com nossos irmãos mais esclarecidos.

Na forja das provações temperamos nosso espírito para os mundos felizes. Nas tempestades adquirimos a serenidade; na dor e na calúnia, reconhecemos a necessidade de aprimoramento pessoal. Lutem contra a inércia e a acomodação.  Sejam ativos e perseverantes. Atravessem a porta estreita do caminho infinito que leva à luz. Saibam que a verdadeira paz emana do nosso próprio coração, quando adquirimos a consciência plena do trabalho cumprido.

Sorriam diante das adversidades, atraindo para junto de vocês mesmos as energias salutares que o Alto sempre dispensa para os seareiros que se colocam no trabalho incessante.

Quando seus olhos se turvarem com a proximidade da morte física, sintam a tranqüilidade invadir sua alma. Que ao serrarmos nossos olhos da carne, se abram os olhos do espírito, iluminados por uma vida digna.

Nada ocorre fortuitamente; tudo tem uma razão, como já lhes foi dito. Conversem consigo mesmos e descubram os planos do Pai para vocês. Amados meus, logo o ceifador trará seus instrumentos para a colheita. Vejam o que estão plantando e cuidem zelosamente dessa lavoura.

Questionem-se acerca de suas escolhas enquanto temos tempo, mas não repitam os carrosséis de erros do passado. Aceitem a oportunidade e façam a maior obra de toda a criação: a reforma de valores, a construção da solidariedade. Lembrem-se do perdão, da humildade e da necessidade de perdoarmos a nós mesmos para seguirmos as nossas jornadas e tudo isso começa no arrependimento franco e sincero.

Mensagem de Esperança de um Irmão Sofredor

Muitos anos se passaram até que eu percebesse que as trevas que me rodeavam eram criadas pela culpa que emanava de meu coração.

A sensação de tontura vinha da impossibilidade momentânea de entender o que acontecia. Vejo hoje que essa sensação advinha da necessidade de manter meu sentidos entorpecidos. Eu não suportaria “ver” o que minha alma trazia.

Matei. Matei sim. Barbaridades foram cometidas por essas mãos. O pior é que, de certa forma, tinha consciência do que fazia.

Como que anestesiado, fui levado a novo corpo. Minha demência, em espírito, se manifestava de forma natural naquele corpo empobrecido e demente. Abençoados aqueles dias em que sofri o mais profundo abandono familiar entre vocês, porque aprendi a valorizar tudo o que me era oferecido. Contudo, devo enfatizar que nunca foi abandonado por aqueles que haviam organizado minha última existência.

Meus irmãos e companheiros de tantas existências me visitavam e amor me era ofertado sempre que me fazia merecedor da emancipação temporária do espírito.

Com a indiferença dos homens, aprendi a valorizar o amor divino. Com a solidão, aprendi o valor do afeto e do auxílio fraterno.Com a dor, recebi o perdão. A sentença dos tribunais divinos nos empurram para longe de nossa própria miséria.

Soberano Deus, obrigado pelo resgate. Obrigado pelos padecimentos.

O passado ilumina ou enegrece o presente, mas é o presente que nos prepara para o futuro. Nenhuma dor dura mais do que o necessário para transformar o doente que reside em cada um.

Abraços no lugar de armas;

Livros no lugar dos preconceitos;

Amor no lugar de arrogância.

Nada melhor do que um dia após o outro. Um dia todos acordamos e descobrimos que sempre existe uma oportunidade de redenção.

 

Anúncios
Esse post foi publicado em Psicografias. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para Arrependimento

  1. Karine disse:

    Esse texto, é uma prova que Deus nunca em tempo algum desiste de seus filhos, e que, quando o amor é resgatado dentro de nós, percebemos nossas falhas, erros e enganos, e partimos para a cura de nós mesmos por meio do arrependimento, que na verdade, é a cura da consciência há tempos enfermiça.
    Ótimo texto!!!
    Paz e luz!!!

Deixe-nos sua opinião, pois é muito importante para nós!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s