2012, o centro da Nova Era

Eu estava estudando para escrever um artigo sobre a Nova Era e sobre o filme “A PROFECIA CELESTINA”.

Há alguns anos, passei algum tempo me dedicando a desintoxicar o meu organismo. Mudei totalmente os meus hábitos alimentares e pratiquei muita meditação, sempre estudando bastante. Eu era messiânico e ministrei muito JOHREI. Acredito muito na cura pelas mãos. Porém, outros rumos religiosos estavam me aguardando.

Neste período, eu passei a enxergar claramente uma espécie de aura em volta do corpo das pessoas, nos vegetais e nos animais. Eu estava vendo o mundo de uma forma diferente, bem parecida como no filme. Mas, para manter esta visão, eu precisava ficava em intensa concentração, enxergando o lado bom de tudo e de todos. Essa luz colorida, que à partir daquele momento eu conseguia ver e que envolvia os seres, tinha um brilho diferente.

Lembro-me bem que eu ficava um bom tempo com aquela visão na minha mente. Hoje, vejo por alguns minutos e perco o foco. Para entender bem o que digo, sugiro assistirem ao filme ” A PROFECIA CELESTINA”. É, a meu ver, imperdível.

Recordando e escrevendo o artigo, dei um intervalo e fui checar meus e-mails. Logo quando abri, estava chegando um e-mail que tinha tudo o que eu estava procurando, porém, com muito mais detalhes. Era um estudo profundo do que eu imaginava escrever. Mas a essência era a mesma. Então, fiz um resumo para elaborar este artigo. Com isso, tenho muito motivos pra acreditar, e muita fé que chegaremos juntos no centro da Nova Era de Luz.

Nosso Sol é a oitava estrela da constelação – localizada a aproximadamente 28 graus de Touro -, e leva 26 mil anos para completar uma órbita ao redor de Alcione, movimento terrestre. A divisão desta órbita por doze resulta em 2.160, tempo de duração de cada era “astrológica” (Era de Peixes, de Aquário, etc.). Descobriu-se também que Alcione tem à sua volta um gigantesco anel, ou disco de radiação, em posição transversal ao plano das órbitas de seus sistemas (incluindo o nosso), que foi chamado de Cinturão de Fótons.

Detectado pela primeira vez em 1961, através de satélites, a descoberta do cinturão de fótons marca o início de uma expansão de consciência além da terceira dimensão. A cada dez mil anos, o Sistema Solar penetra por dois mil anos no anel de fótons, ficando mais próximo de Alcione. A última vez que a Terra passou por ele foi durante a “Era de Leão”, há cerca de doze mil anos. Na Era de Aquário, que estamos agora, ficaremos outros dois mil anos dentro deste disco de radiação. Todas as moléculas e átomos de nosso planeta passam por uma transformação sob a influência dos fótons, precisando se readaptar a novos parâmetros.

A excitação molecular cria um tipo de luz constante, permanente, que não é quente, uma luz sem temperatura, que não produz sombra ou escuridão. Talvez por isso os hinduístas chamem de “Era da Luz”. A Terra começou a penetrá-lo em 1987 e está gradativamente avançando, até 2.012, quando vai estar totalmente imersa em sua luz.

A astróloga Bárbara, que escreveu “A Agenda Pleiadiana” recebeu várias canalizações de seres pleiadianos. Essas revelações falam sobre as transformações que estão ocorrendo em nosso planeta e nas preparações, tanto física quanto psíquicas, que precisamos nos submeter para realizarmos uma mudança dimensional. Segundo as canalizações, as respostas sobre a vida e a morte não estão mais sendo encontradas na terceira dimensão.

Um novo campo de percepção está disponível para aqueles que aprenderem a ver as coisas de outra forma. Desde a década de oitenta, quando a Terra começou a entrar no Cinturão de Fótons, estamos nos sintonizando com a quarta dimensão e nos preparando para receber a radiação de Alcione, estrela de quinta dimensão. Zona arquetípica de sentimentos e sonhos, onde é possível o contato com planos mais elevados, a quarta dimensão é emocional e não física. Segundo as canalizações, a esfera é regida pelas energias planetárias de nosso sistema solar, daí um trânsito de Marte, por exemplo, causar sentimentos de poder e ira.

Para realizar esta expansão de consciência, é preciso fazer uma limpeza, tanto no corpo físico como no emocional, e transmutarmos os elementos da segunda dimensão a nós agregados, chamados de miasmas. Responsáveis pelas doenças em nosso organismo, os miasmas são compostos de massas etéricas que carregam memórias genéticas ou de vidas passadas, memórias de doenças que ficaram impregnadas devido a antibióticos, poluição, química ou radioatividade.

Segundo as canalizações, esses miasmas estão sendo intensamente ativados pelo Cinturão de Fótons. Os pensamentos negativos e os estados de turbulência, como o da raiva, também geram miasmas, que provocam bloqueios energéticos em nosso organismo. Trabalhar o corpo emocional através de diversos métodos terapêuticos – psicológicos, astrológicos ou corporais – ajuda a liberar as energias bloqueadas. A massagem, acupuntura, homeopatia, florais, meditação, yoga, o tai-chi, algumas danças, musicoterapia, cromoterapia, entre muitos outros, são também técnicas de grande eficácia, pois mexem com o corpo, sutilmente, e abrem os canais de comunicação com outros planos universais.

Ter uma alimentação adequada, isenta de elementos químicos, viver junto à natureza, liberar as emoções bloqueadas e reprimidas, contribuem para a transição. Ter boas intenções é essencial, assim como estar em estado de alerta para perceber as sincronicidades e captar os sinais vindos de outras esferas. Mas, afinal, e nós nisso tudo? Nós somos os mais beneficiados com tudo isso. Todos nós, os seres encarnados na Terra, estamos passando por um processo de iniciação coletiva e escolhemos estar aqui nessa difícil época de transição de nosso planeta, que atingirá todo o Universo. Os fótons funcionam como purificadores da raça humana, e através de suas partículas de luz, às quais estamos expostos pelos raios solares, dentro em breve estaremos imersos nesta “Era de Luz”, depois de 11 mil anos dentro da Noite Galáctica ou Idade das Trevas, como os hindus se referiam a Kali Yuga. Como um sistema de reciclagem do Universo, o Cinturão de Fótons inicia a Era da Luz.

Cada partícula vai se alojando em todos os cantinhos de nosso planeta, trazendo a Consciência (Luz), a Verdade, a Integridade e o Amor Mútuo. Cada um de nós tem um trabalho individual para desenvolver, aliado ao trabalho de conscientização da humanidade. Os corpos que não refinarem suas energias, não conseguirão ficar encarnados dentro da terceira dimensão, pois a quarta dimensão estará instalada.

Todos estes acontecimentos foram registrados no Grande Calendário Maia, que tem 26 mil anos de duração e termina no solstício de inverno, no dia 21 de dezembro de 2012 dC, que marca a entrada definitiva da Terra no Cinturão de Fótons, por 2000 anos ininterruptos.

Não posso afirmar quanto ao ano, mas alguma coisa dentro de mim diz que estamos chegando ao Centro da Nova Era, que tem muito a ver com “A PROFECIA CELESTINA”. É exatamente isso: ter uma nova visão de tudo e de todos. Isso eu vivenciei, e você também pode vivenciar.

BNN

 

Anúncios
Esse post foi publicado em Artigos e marcado , , . Guardar link permanente.

Deixe-nos sua opinião, pois é muito importante para nós!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s