Preocupações

Toda preocupação, descontrole emotivo ou inquietação mental, quando muito freqüente, termina por causar a irritação da mucosa do estômago, a inflamação ou estreitamente do duodeno. Sob uma carga emotiva constante e opressora, o segmento muito sensível do intestino delgado, que é o duodeno, vê-se obrigado a manter-se sob incômoda e tensa contração espasmódica, que termina aglutinando-lhe as células substitutivas numa conformação anatômica deformada.
Assim, a perturbação funcional que o desequilíbrio psíquico e as emoções mórbidas provocam no fígado também repercutem pela vesícula, impedindo-a de verter em tempo justo os ácidos biliares, que devem ativar o fermento do pâncreas sobre o bolo alimentar, depois de atravessar o piloro. Então perturbam-se a harmonia e a segurança protetora do processo químico, devido às alterações das substâncias e hormônios digestivos, resultando as irritações comuns na mucosa duodenal. Com o tempo, o médico radiologista comprova a proverbial diagnose da “duodenite” e, futuramente, a formação dos “nichos”, que então confirmam a presença da úlcera indesejável.

Livro: Fisiologia da Alma-Ramatis/Psicografado por Hercilio Maes

Anúncios
Esse post foi publicado em Artigos. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para Preocupações

  1. alvaro kinashi disse:

    Pelo visto, atender a essa orientação é muito importante para nossa saúde. Entretanto, não podemos enfocar tão somente esse aspecto, deixando para segundo plano, responsabilidades profissionais que são o motivo do emprego, estudo ou pesquisa …
    Como seria bom se pudéssemos trabalhar somente naquilo que gostamos !!!

Deixe-nos sua opinião, pois é muito importante para nós!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s