Ramatís

Sob os olhos de um psiquiatra, são doentes mentais os crentes no Diabo; mas, na grande escada evolutiva, são almas primárias ou estacionárias no epicurismo mórbido e na sabedoria hipócrita humana. Não é difícil, nem discutível, tais homens acreditarem na existência do Diabo, pois, transferem a essa criatura os seus estados anímicos, e Satã representa-lhes, na realidade, a própria alma com toda a hediondez primitiva. Conforme a exposição da Bíblia, o “pedigree” do Diabo é muito mais nobre do que o do homem, pois ele descende diretamente de Deus e pertence à linhagem angélica. Posteriormente, chefiou a subversão celeste e, conseqüentemente, foi cassado e exilado. O cidadão terreno, feito do barro podre dos pauis paradisíacos, tratou logo de gozar a vida e deleitar-se com as crueldades infligidas aos seus irmãos, em nome de Deus, sem ter qualquer credencial superior. Assim, assistimos às guerras religiosas e à famigerada Inquisição, feitas em nome de Deus, como justificativa para matanças e crimes torpes. Enquanto isso, ao Diabo atribui-se a origem de todas as insânias e maldades do mundo. Pobrezinho! Reles aprendiz de feiticeiro. Sem dúvida, ele possui, originalmente, um pouco da natureza divina, pois, tornou-se um “anjo decaído”, numa rebelião esquisita contra a sua própria essência. Seria surpreendente como Deus, um Ser perfeito, possa ter gerado um monstro. Mais uma vez, afirmamos: o homem, perdendo-se na maldade e hipocrisia, teve que transferir a alguém os seus defeitos e, daí, o Diabo serviu de “bode expiatório”.

Anúncios
Esse post foi publicado em Artigos. Bookmark o link permanente.

Deixe-nos sua opinião, pois é muito importante para nós!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s